FANDOM


Uma sociedade organizada protege a todos do mal.

Se o personagem for leal e bondoso, ele respeita a autoridade dos códigos de conduta pessoais, as leis e os líderes. Ele acredita que esses códigos são a melhor maneira de atingir seus ideais. Somente a autoridade promove o bem-estar dos seus seguidores e evita que eles prejudiquem uns aos outros. Os personagens leais e bondosos acreditam tão fortemente quanto os bondosos no valor da vida e colocam ainda mais ênfase na necessidade dos fortes protegerem os fracos e libertarem os oprimidos. Os exemplos de tendência leal e bondosa são os campeões esplendorosos da integridade, honra e verdade, que arriscam ou até mesmo sacrificam suas vidas para impedir o avanço do mal sobre o mundo.

Quando os líderes exploram sua autoridade para obter ganhos pessoais, quando a lei concede condições privilegiadas para alguns cidadãos e reduz os demais à escravidão ou torna-os intocáveis, a lei se transforma no mal e a autoridade vira tirania. Os personagens leais e bondosos não apenas são capazes de desafiar estas injustiças, como são moralmente inclinados a fazê-lo. Entretanto, eles preferem trabalhar dentro do sistema para consertar esses problemas, em vez de recorrerem a métodos rebeldes ou anárquicos.

ReferênciasEditar

  1. D&D 4º edição - Livro do Jogador

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória