FANDOM


Herdeiros de um império caído que vivem nas sombras e não temem a escuridão.

Herdeiros de uma antiga linhagem infernal, os tieflings não têm reinos próprios; eles vivem dentro dos territórios e cidades humanos. São descendentes dos nobres humanos que barganharam com poderes sombrios e, há muito tempo, ergueram um império que subjugou metade do mundo. Contudo, o império caiu em ruínas e os tieflings foram abandonados para trilhar seu próprio caminho num ambiente que os teme e, ao mesmo tempo, os condena.

Jogue com um tiefling se você quiser:

  • Ser um herói que tem um lado negro a superar.
  • Ser habilidoso em trapacear, intimidar ou persuadir os outros a cumprirem sua vontade.
  • Pertencer a uma raça que privilegia as classes bruxo, senhor da guerra e ladino.

Aspectos raciaisEditar

Altura Média: 1,65 m - 1,85 m
Peso Médio: 70 kg - 11 5 kg
Valores de Atributo: +1 em Inteligência, +2 em Carisma
Tamanho: Médio
Deslocamento: 6 quadrados
Visão: Penumbra e Escuro (visão acinzentada, não vê cores no escuro)
Idiomas: Comum, e infernal
Bônus nas Perícias: +2 em Blefar, +2 em Furtividade
Sanguissedento: Um tiefling recebe +1 de bônus racial nas jogadas de ataque contra os inimigos que estiverem sangrando.
Resistência ao Fogo: Essa raça tem resistência 5 + metade do nível do personagem vs. flamejante.
Cólera Infernal: Os tieflings podem usar cólera infernal como um poder por encontro.
Cólera Infernal Poder Racial de Tiefling
Você convoca sua natureza furiosa para aumentar sua capacidade deferir seus inimigos.
Poder por Encontro
Ação Mínima Alcance:Pessoal
Efeito: O tiefling canaliza sua fúria para receber +1 de bônus racial na próxima jogada de ataque contra um inimigo que o tenha atingido desde seu último turno. Se obtiver sucesso nesse ataque e ele causar dano, adicione o modificador de Carisma do tiefling como dano adicional.

Aparência físicaEditar

A aparência dos tieflings comprova sua linhagem infernal. Eles têm chifres longos; uma cauda grossa e não-preênsil que mede entre 1,20 m e 1,50 m; dentes afiados e pontiagudos e olhos que são esferas sólidas em tons de preto, escarlate, branco, prata ou dourado. A cor da pele varia como nos humanos, mas também alcança tonalidades vermelhas, que abrangem desde um rubor bronzeado até o vinho-escuro. Seus cabelos, que cascateiam por trás dos chifres, tendem ao azul-escuro, vermelho ou púrpura, alem das cores normais dos humanos.

Os tieflings preferem as cores escuras e os vermelhos, usam couro e peles lustrosas, pequenos cravos e fivelas. As armas e armaduras criadas pela raça normalmente assumem um estilo arcaico, recordando a glória de seu império há muito extinto.

Jogando com tieflingsEditar

Séculos atrás, os líderes do império humano de Bael Tura-th selaram pactos com diabos para consolidar seu domínio sobre um território enorme. Esses humanos se tornaram os primeiros tieflings e governaram seu império em nome de mestres infernais. Com o tempo, Bael Turath entrou em conflito com Arkhosia, o antigo reino dos draconatos, e décadas de guerra acabaram levando os dois impérios à ruína. A grande capital de Bael Turath foi completamente devastada.

Os tieflings são os herdeiros dos sobreviventes dessas dinastias nobres que governaram o império. Sua linhagem está maculada por suas ligações diabólicas, contaminando os descendentes através das gerações. Sob muitos aspectos, eles são humanos; podem ter filhos com humanos, por exemplo, mas seus filhos serão sempre tieflings.

Os séculos de desconfiança e ódio declarado das outras raças transformaram os tieflings em criaturas auto-suficientes e, muitas vezes, eles assumem os estereótipos que lhes foram impostos. Como uma raça sem lar, os tieflings sabem que precisam trilhar seu caminho no mundo e que têm de ser fortes para sobreviver; eles demoram a confiar em qualquer um que diga ser um amigo. Porém, quando o companheiro de um tiefling demonstra confiança, o tiefling retribui essa mesma confiança. Depois que um tiefling concede sua confiança e lealdade a alguém, ele se provará um eterno amigo e aliado.

Embora os nobres de Bael Turath tenham se subjugado aos diabos, os tieflings do presente não adoram os deuses ou patronos com intensidade, preferindo confiar em si mesmos. Por isso, eles quase nunca seguem o caminho do divino; tieflings paladinos ou clérigos são muito raros.

Os tieflings não são muito numerosos. Algumas vezes, um clã de mercadores da raça, descendentes de uma dinastia de Bael Turath, se estabelece numa terra onde suas riquezas possam comprar segurança e conforto. Contudo, a maioria dos tieflings nasce fora dessas dinastias ocultas e crescem às duras margens das cidades e vilas humanas. Esses tieflings costumam se tornar vigaristas, ladrões ou senhores do crime, que batalharam por um lugar no meio da imundície desses ambientes.

Características de Tiefling: Astuto, perturbador, imponente, misterioso, orgulhoso, rebelde, auto-confiante, si nistro, dissimulado, exótico.
Nomes Masculinos: Akmenos, Amnon , Barakas, Da-makos, Ekemon, lados, Kairon, Leucis, Lorrigan, Melech, Morthos, Pelaios, Skamos, Therai.
Nomes Femininos: Akta, Bryseis, Damaia, Ea, Kallista, Lerissa, Makaria, Nemeia, Orianna, Phelaia, Rieta.
Alguns tieflings mais jovens, lutando para encontrar seu lugar no mundo, escolhem um nome que significa um conceito e tentam incorporar essa idéia. Para alguns, o nome escolhido é uma tarefa nobre. Para outros, é um destino cruel.
Nomes Modernos: Arte, Carniça, Canção, Desespero, Pavor, Gratidão, Esperança, Ideal, Música, Nada, Franco, Poesia, Missão, Acaso, Honra, Mágoa, Tormento, Exaustão.

Aventureiros tieflingsEditar

Três exemplos de tieflings aventureiros são descritos abaixo.

Akmenos é um tiefling bruxo dividido entre o bem e o mal. Ele anseia por se adaptar à sociedade dos humanos onde vive e gostaria de cumprir um papel genuinamente bondoso. Ao mesmo tempo, ele teme que sua alma esteja irremediavelmente maculada pelo toque do mal — seja a malevolência do seu sangue ou a natureza sinistra do seu pacto infernal. Ele sente como se estivesse o tempo todo numa corda bamba entre o bem o mal, podendo cair em um dos lados a qualquer momento. Seus companheiros reconhecem a bondade no seu coração e confiam nele; essa lealdade tem sido o suficiente para evitar que ele sucumba ao mal em alguns momentos. Sua vida é atormentada e ele acredita que foi convocado para um destino superior, mas ele não sabe ao certo se vai se tornar herói ou vilão.

Kallista é tuna tiefling senhora da guerra que reza para Bahamut ajudá-la a cumprir seu juramento: viver de maneira justa e honrada. Ela não nutre admiração pelos sacerdotes ou templos de Bahamut, mas sente uma ligação pessoal com o Dragão de Platina, que a inspira a atos de nobreza e sacrifício. Ela lidera um grupo de aventureiros nas batalhas contra as forças do mal, mas sonha um dia comandar um exército sob a flâmula de Bahamut. Em seu nome, ela luta para manter sob controle seu temperamento violento e seus impulsos cruéis.

Acaso é um tiefling ladino, um morador das ruas e becos de uma cidade humana, acostumado com a pobreza, desconfiança e preconceito. Até onde ele sabe, o bem e o mal são assuntos para os sacerdotes e filósofos discutirem em seus templos e universidades de mármore. A realidade da vida nas ruas é a sobrevivência, e ele vai fazer tudo que for preciso para sobreviver. Fazendo parte de um grupo de aventureiros, ele degustou pela primeira vez algumas riquezas e descobriu que gosta delas, mas não esqueceu suas raízes. Acaso também provou o sabor da amizade e da confiança, o que também lhe agradou muito.

ReferênciasEditar

  1. D&D 4º edição - Livro do Jogador

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória